quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Crucificação/Redenção



Deus, doçura que me salva, e seduz a alma
conduz o desesperado ao descanso sem fardo.
Completa a alma de vida/amor e calma.

Deus, morto numa cruz, está consumado,
o apocalipse invade a alma, e ela se completa.
Neste fato, mundo concluído/acabado.

Deus, me surpreendes quando me apresentas
Tanta gente boa com brilho de eternidade nos olhos.
Me consome de alegria essas presenças.

Deus,

Eternidade.

Thiago Mendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário